Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ritoca Bomboca

Ritoca Bomboca

01
Mai11

Batons







Eis uma das tendências de maquilhagem desta Primavera/Verão 2011... que eu amooooo

Lábios Rosa ou laranja, intensos e berrantes =)
01
Mai11

Queima das fitas



Começou ontem mais uma edição da queima das fitas do Porto, para mim a melhor do País, a minha queima das fitas!



Este ano não sou caloira, nem finalista, tenho a sensação de que a queima das fitas pode já não ser para mim, poderei até estar incluída naquele grupo que sempre intitulei como "os trolhas da queima", que já não são estudantes, muitos deles nem sequer foram estudantes universitários e deambulam por lá, como se de uma maravilha se tratasse...



A verdade é que ainda não é este ano que deixarei de ir à queima, ainda não consigo cortar esse cordão.... auxilio-me na desculpa de estar a terminar o mestrado, no facto de ter o famoso jantar de conterrâneos e amigos, e mais uma vez me descolarei ao queimódromo, para me divertir como se da última queima se tratasse...



Já vivi muito na queima, muitas loucuras, muitas gargalhadas, principalmente muita alegria... por outro lado, é certo que o meu fígado também já não é o que era, culpa parcial da queima =)



Agora desejo a todos que se divirtam, tal como eu espero divertir-me, na minha última, (ou não) queima das fitas =)
01
Mai11

Dia da Mãe

Por estranho que pareça, este dia dá-me uma particular saudade, não da minha mãe, até porque está sempre por perto, mas das minhas avós, principalmente da minha avó paterna, a minha Miquinhas.
Miquinhas, nome que só pode ser atribuído a determinadas pessoas, aliás, acho que só a minha avó foi e para mim continua a ser, a única e verdadeira Miquinhas... Uma mulher de garra, que lutou uma vida inteira para dar aos filhos tudo o que podia, que sempre transmitiu uns princípios valiosos moralmente, uma Mulher que tinha sempre uma piada a dizer, um conselho para dar... sempre preocupada com todos os que a rodeavam, sempre atenta aos problemas dos filhos, netos e bisnetos.. e sempre feliz, mesmo quando se sentia um caco, não o demonstrava, transparecia sempre uma força, que era impossível saber onde a ia buscar! E como era feliz com a família reunida em volta da mesa.... Como tenho saudades desta minha querida avó, de ouvi-la a perguntar pelos meus, pela faculdade, pela vida, saudades da sua mão pousada no meu joelho a transmitir força pela ausência do meu pai, seu filho!!! Muitas vezes sinto que ainda está entre nós, ainda não consigo deixar de dizer que vou a casa da minha avó.... Fazia o que fosse necessário para poder sentir uma vez mais, a mão pousada no meu joelho!!
A minha avó Margarida, essa uma mulher diferente, mais carrancuda, autoritária, talvez por isso, o meu sentimento seja diferente, não que não goste, mas gosto de maneira diferente... essa infelizmente está entre nós, mas é como se já não estivesse... é triste ver um ser humano desta forma, sem viver, mas a sobreviver....
Feliz Dia da Mãe!!!!