Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ritoca Bomboca

Ritoca Bomboca

14
Fev13

...

Detesto o dia dos namorados, não acho mesmo piadinha nenhuma, aliás, deve ser o dia do ano de que gosto menos.
Mas nem sempre foi assim, aliás, durante uma parte da minha vida, gostava imenso do dia dos namorados, na escola primária quando recebia as cartinhas do namoradito, no ciclo quando os professores decidiram fazer o correio de S. Valentim, em que recebiamos cartas dos "admiradores" e até mesmo durante uma parte do liceu.
Mas foi no liceu que tudo mudou, isto porque foi nesse dia que percebi que além de ter sido traída, ele tinha voltado para a ex namorada e como se não bastasse ofereceu-lhe um peluche enorme, com um coração, depois desse dia,passei a detestar o dia dos namorados, porque senti uma dor tão grande, fiquei tão destroçada, que durante muito tempo, aliás ainda hoje consigo vê-la a entrar no liceu com o parvo do urso.
É certo que dias depois voltou para mim, mas há sensações, há sentimentos e momentos que não se esquecem.
Ele foi o meu primeiro namorado, o meu primeiro amor, a minha primeira paixão, e foi assim durante anos, confesso que pensei sempre que seria um daqueles amores eternos e durante muito tempo ele foi o amor da minha vida. Vivemos muito apenas os dois, fomos muito felizes, estávamos numa idade em que parecia que iria morrer de amor, era um sentimento que transbordava, que me enchia de coragem e completava o meu mundo, era uma idade em que acreditávamos em histórias encantadas, em que tudo era mais simples ... mas também fui muito infeliz, também chorei imenso, fui muito triste e doeu muito.
Hoje olho para ele e penso "como pude ser tão louca por ti?" e não obtenho resposta, mas o certo é que até hoje, detesto o dia dos namorados e felizmente o verdadeiro amor da minha vida entende e respeita isso.