Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Ritoca Bomboca

Ritoca Bomboca

04
Set14

A princesa guerreira da luz

Nenhuma criança devia ter uma cruz tão pesada, nenhuma criança devia servir de modelo, de exemplo perante uma doença tão má, tão cruel como esta.
A Princesa Leonor, só merecia poder brincar, poder sorrir, poder saltar, poder correr, poder fazer birras, disparates, ?só merecia ser criança.
Infelizmente, por qualquer motivo que eu não consigo entender, não foi isso que aconteceu.
São inúmeras as pessoas que, tal como eu, acompanharam esta batalha, através das palavras, e que palavras, da mãe Vanessa, que sempre nos mostrou que a Leonor só queria um mundo "côderosa", como todas as crianças devem ter.
Já li também desabafos, partilhas, sentimentos, de várias mães que não conseguem imaginar como é perder um filho, que nem querem imaginar tal coisa, algumas até, acham que por terem filhos sentem mais esta partida do que as restantes pessoas, não sei se acham bem, ou mal e isso também nada interessa. É que no final de contas, morreu uma criança, vítima de um cancro malvado, que durante aproximadamente 1 ano transformou a vida dela e de todas as pessoas que a rodeiam, não dá para ficar indiferente.
Bem sei que, infelizmente, não é caso único, basta abrirmos o jornal, ou pesquisarmos as inúmeras páginas de Facebook. 
Mas a Leonor tocou-me particularmente, pelo sorriso, pela força, pelo brilho, que criança. 
Desde que li a notícia que não consigo abstrair-me, não consigo deixar de pensar naqueles pais, naqueles tios, nos amigos, não consigo. Bem sei que o que eu sinto de nada importa, que nada mudará, mas se eu pudesse fazer alguma coisa, ai se eu pudesse. 
É com pessoas como a Leonor que nos sentimos pequenos, é com sofrimento como o que tentamos imaginar que estão a passar os familiares que sentimos o quão ténue é a vida.
Realmente, nunca ninguém me disse que seria fácil, mas assim?!
Estejas onde estiveres, se tal existir, quero só mandar-te um beijo cor de rosa.
Até sempre Princesa Leonor.