Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ritoca Bomboca

Ritoca Bomboca

02
Jan19

2018, obrigada.

Engraçado como os anos pares têm sido de mudanças. Radicais. De planos, de sonhos e de vida.

Se 2016 foi realmente avassalador, 2018 não ficou atrás.

A coragem que se mostrava enjaulada, decidiu passear. Tão bom que foi. Dizer "acabou". Chega de ser suprimida. De engolir sapos vivos. De aturar má educação. Aquilo que em linguagem bem portuguesa é ser ____ e mal paga.

As asas reiniciaram a sua função. Voei. Voei para fora do ninho, para lá da serra. 

Sempre fui mandona e para cá do Marão mandam os que cá estão.

Eu estou. Não sei até quando, mas estou. Crio o meu próprio ninho. E a trabalheira que dá. 

2018 foste mais solitário. Com algumas falhas a nível de amizade. Ou melhor, com algumas ausências ou falta de presença física. Isto das redes sociais e da sensação falsa de proximidade, é uma treta.

2018 trouxeste o meu amor mais pequenino. Loiro. Sorridente. Fofo. Que se abana com a Dona Maria e faz "ah ah" quando quer dormir.

2018 terminaste com uma grande, grande felicidade. 

2018 obrigada.

Foste um ano do caraças.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.