Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ritoca Bomboca

Ritoca Bomboca

21
Mar16

As palavras que nunca te direi...

Podia estar aqui a escrever sobre o livro cutchi cutchi daquele Autor com que por vezes me entretenho, mas não estou.
Estou mesmo a escrever para ti, muitas das coisas que nunca te direi, e sabes porquê? Porque deixou de fazer sentido!
Ainda não me caiu a ficha, sei disso, mas também não sei se algum dia cairá ou se vou conseguir passar por ela sem a deixar ir ao chão.
Vivemos uma bonita história de amor.
Foste o único homem com quem sonhei casar e partilhar a minha vida. Foi contigo que planeei o meu futuro e com quem sonhei vivê-lo.
Temos em comum mais momentos bons do que maus, e esses, ninguém nos pode tirar.
Temos em comum 8 anos, oficiais, de história, de viagens, de fins de semana, de momentos, de amor, de risos e de gargalhadas, muitas gargalhadas. 
Temos em comum 8 anos de digressão Los Lateiros. 
Sei que me vais fazer falta, sei que vou ter momentos em que a saudade superará o bom humor, que para já, me tem salvo os dias.
Mas também sei que não merecia este desfecho. 
Também sei que amar não é desistir quando as fases monótonas se instalam, porque se é verdadeiro, não pode acabar sem explicação.
Uns dizem que estás a ser pateta, outros dizem que a vida continua, há ainda aqueles que deixaram de gostar um bocadinho de ti, por saberem como me magoaste. Não os incentivo, porque não te quero mal, mas também não os condeno, sabes que sempre tomei um bocadinho as dores dos outros.
Quero também dizer-te que não acho que foste palerma, desde que estejas certo daquilo que decidiste, porque agora já está!
Sempre te disse que somos uma equipa, mas tu, foste o primeiro a sair, o primeiro a desistir de lutar e isso sei que nunca esquecerei!
Gostava de conseguir entender, mas dizem-me para não o fazer, acho que vou seguir o conselho!
Porque não entendo, acho que por mais anos que viva nunca entenderei. Mas mesmo não entendendo, já aceitei, porque temos de aceitar as escolhas dos outros, mesmo que nos magoem.
Hoje sei que tenho um coração partido, mil sonhos desfeitos e talvez uma das maiores desilusões que já tive na vida.
Tal como te disse, não sou perfeita, tenho defeitos, bastantes, como todos temos, mas sabes, tenho a minha consciência tranquila! Fiz sempre tudo por ti, por mim e por nós, dei tudo de mim, mesmo quando tu só davas metade.
Hoje espero que tu sejas feliz com quem e da maneira que tu quiseres. 
Porque agora, o meu caminho é sozinha, sozinha como já não estou desde 2008. 
Com 30 anos sinto-me como a reaprender a viver uma parte da minha vida. 
A olhar mais para mim, por mim! 
Talvez seja esse o ensinamento que retirarei de tudo isto, talvez não.
Mas acredito que amanhã será melhor!
Acredito que não perderei nunca a minha loucura, a minha vontade de amar, de partilhar, mesmo que agora não queira sequer pensar nisso.
Sei que provavelmente irei gostar sempre de ti, por tudo aquilo que vivemos, mas também sei que partiste aquilo que tenho de mais precioso, o meu coração! E sabes pode brincar-se com tudo, menos com o coração! 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.