Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ritoca Bomboca

Ritoca Bomboca

19
Mar15

O meu Pai!

O meu Pai é o Pai Zé.
Bem sei que todos pensam que têm o melhor Pai do mundo, mas eu acho que o meu é que é. Pelo menos é o melhor Pai do meu mundo. Se pudesse escolher, mesmo que pareça cliché, eu escolhia sempre o Pai Zé.
O meu Pai foi, é e será sempre o meu herói, pimba mais um cliché, mas tão verdadeiro e tão sentido.
O meu Pai nunca me bateu, não que eu não merecesse, mas o certo é que nunca o fez. Preferia sempre optar pelo castigo. Lembro-me de ser pequenina, de entrar para o infantário e chorar por não querer ficar lá, vai daí o meu Pai trouxe-me para casa, pensava eu que passaria o dia a brincar na rua, como habitual, mas tal não aconteceu. O meu pai mandou-me para o quarto e só saía de lá para comer e ir à casa de banho. Resultado: no dia seguinte estava em pulgas para ir para o infantário.
Sei que fui e sou a menina dele, até há bem pouco tempo era mesmo assim que me tratava, perguntava sempre pela "menina".
O meu Pai foi vítima da crise, com mais de 50 anos teve de sair do País que sempre conheceu para trabalhar, para mudar a vida dele e a nossa. Bem sei que alguns criticaram, perguntando mesmo porque motivo eu não deixava de estudar e ia trabalhar. Mal sabiam que já tinha sugerido isso, mas também já sabia qual seria a resposta dele "tu agora tens de estudar, do resto trato eu".
O meu Pai é chato, repete mil vezes a mesma coisa, está sempre a dizer coisas como "já devias ter saído", "tem cuidado que a estrada está molhada", "uma pessoa para chegar a horas tem de chegar 5 minutos antes, não é cinco minutos depois". Mas até dessa faceta melga eu tenho saudades.
Lembro-me que em pequena, sempre que se chateava comigo dizia algo como "eu só falo uma vez", ou "sabes com quem estás a falar", o certo é que conseguia desarmá-lo com um "sei, é contigo".
Tenho saudades de entrar no quarto dele de rompante e saltar para cima dele, de puxar-lhe os pelos do sovaco, ou de simplesmente ir a algum lado com ele, para ajudar em mais uma das engenhocas em que se meteu.
Tenho esperança que em breve venha e fique!
O meu Pai é o melhor do mundo, é o meu herói, o meu exemplo, o meu Rei!
Tal como já lhe disse hoje, tenho saudades Pai!
?

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.